Versão para impressão

Esclarecer porque foram eliminados 30.828 desempregados dos ficheiros do distrito do Porto no último trimestre de 2010

EM Dezembro de 2010, foram eliminados dos ficheiros dos centros de emprego do distrito do Porto, mais 9.520 desempregados.

Durante Dezembro de 2010, inscreveram-se a pedir emprego no distrito do Porto, 7.720 desempregados.

Adicionando a esse número o de desempregados inscritos no final de Novembro/2010 (128.677), e diminuindo os 405 que foram colocados, tal significa que no final de Dezembro/2010 o desemprego registado abrangeria 135.992 pessoas, e não as 126.472, como foi divulgado oficialmente pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

No último trimestre de 2010 foram eliminados dos ficheiros dos centros de emprego do distrito do Porto, 30.828 desempregados (9.520/Dezembro + 10.872/Novembro + 10.436/Outubro).

O IEFP continua a não prestar qualquer informação para esclarecer a situação, apesar de solicitadas há dois meses.

Seja qual for a razão para tal eliminação do número de desempregados dos ficheiros, ela existirá, e não constituirá nenhum segredo de Estado ou segredo de Justiça, pelo que se torna incompreensível o silencio do IEFP, ao não prestar qualquer informação até à data.

Insistiu-se num esclarecimento, sobre o que se está a passar com os ficheiros de desempregados, junto do presidente do IEFP, com conhecimento à Ministra do Trabalho, Grupos Parlamentares da Assembleia da República e Presidente da República.

 

Porto, 10 de Fevereiro de 2011

 A Direcção da União dos Sindicatos do Porto/CGTP-IN